• Ana Castro

Processo de cicatrização


Eu não sinto raiva de você, na verdade, ultimamente, não tenho sentimentos entrelaçados ao teu ser, mas eu me culpo por ter aceitado o pouco que você me deu, por ter me jogado de corpo e alma.


A tua partida não me sufoca como antes, me sinto leve sem você aqui, talvez eu já estivesse acostumada com tua ausência e com a possibilidade certeira de que um dia você me deixaria para morrer.


Você me segurou tão forte, mas depois me soltou com tanta facilidade. Você me largou como se estivesse jogando o lixo fora, mas tudo bem, as feridas causadas pela tua falta de caráter já estão em processo de cicatrização.


Agora sinto que o nosso passado não teve tanta importância, tudo foi uma ilusão da tua mente perturbada. Você cortou o laço que nos uniu por tanto tempo, e me jogou para queimar no abismo do teu peito. Agora quando penso em todas as tuas palavras e atitudes nocivas, vejo que você nunca foi capaz de me amar de verdade ou talvez você nem quisesse percorrer a imensidão do meu ser.



3 visualizações
  • Instagram
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now